Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Comentários recentes





O civismo e os transportes

por Nuno Barreto, em 20.12.07
Tram

Se há coisa que tenho aprendido na Suiça, é o civismo. E olhem que eu até me considerava uma pessoa com um bom sentido de dever cívico. Mas não deve existir um povo com mais civismo do que os suiços. Ou se existe, vai muito para além do que eu consigo imaginar.

E não é apenas toda a gente se levantar para deixar a pessoa de mais idade ou a criança se sentar, coisa que acontece prontamente sem que ninguém tenha de pedir. É o ajudarem as pessoas a tirar os carrinhos de bebé, é o carregaram no botão da porta quando vêem que alguém vem a correr para apanhar o autocarro, é ajudarem as pessoas com dificuldades a se sentarem, é cumprimentarem o motorista quando entram e dizerem obrigado quando saem, enfim. Só visto. É que não é só o que fazem, mas principalmente a atitude com que o fazem.

Como está escrito em todos os autocarros: "Ceder o seu lugar é um gesto de urbanidade". Não é muito melhor quando todas as pessoas de uma cidade tratam os outros com civismo e respeito? Afinal de contas, vivemos todos juntos. É isso que é viver numa cidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

Transportes públicos em Genève

por Nuno Barreto, em 14.11.07
Train Bridge

Genève está muito bem fornecida em termos de transportes. Existem autocarros, eléctricos e barcos por todo o lado, todos modernos, e com muita informação nas paragens (mapas, horários, etc). Cada paragem tem um nome, e dentro do autocarro (ou eléctrico) somos sempre avisados da paragem seguinte. E a maioria das paragens do centro tem também um placar com o tempo que falta para o próximo autocarro.

Os transportes não são baratos. Um bilhete para uma hora custa 3CHF (cerca de 2 euros), e um bilhete diário custa 7CHF. Outra alternativa para que mora cá, é comprar o passe, que custa 70CHF (mais preços).

Já o comboio, embora seja excelente, é caríssimo. Por exemplo, um bilhete entre Genève e Lausanne (70km) custa 20CHF. Mas existe a opção do passe, para quem viaja frequentemente. Opção essa que é na realidade muito boa. Por 275CHF por mês (ou 2990CHF por ano) pode-se comprar o passe abo général, que permite andar nos comboios e autocarros de toda a Suiça! Um óptimo negócio. E se forem casados, o preço é de 185CHF para o vosso conjuge. Mas atenção que para ter esse passe, é preciso ter um permit (mais informação).

E como a cidade é bastante pequena, andar a pé, de bicicleta, ou de trotinete é sempre uma boa alternativa. A cidade está super bem preparada para as bicicletas, com pistas próprias por todo o lado.

Quanto aos taxis, é melhor esquecer, são mesmo muito caros :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48




Comentários recentes