Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • André Pinto

    Vim para portugal e não entreguei o permi será que...

  • Paulo Bastos

    Bom dia nuno eu gostaria que me ajuda ses eu ando ...

  • Nuno Barreto

    Dependendo da posição à qual se candidata, pode te...

  • Cristóvão Barroso

    Olá muito bom dia. Sou psicólogo em portugal, falo...

  • Nuno Barreto

    Em princípio só o facto de ter contrato de trabalh...





Publicidade


Emigrar

por Nuno Barreto, em 23.08.07
Genève

Emigrar. Sair do País. Sair do meu País. Sair do meu País para viver noutro (quase) totalmente desconhecido. Não sei que sentimentos era suposto isso me provocar, mas para ser sincero, a única coisa que sinto é o sabor da aventura.

Penso que sinto aquilo que os descobridores portugueses sentiam quando embarcavam nas caravelas à procura de novos mundos. Esse sabor de aventura, de precisar sair e ver o que há lá fora. Se calhar tenho esse sangue nas minhas veias.

Porque vou? Porque algo me impele a isso. Não sei bem explicar. Não vou por necessidade. Vou porque quero ir, vou porque algo em mim chama a aventura. Vou porque sim.

O destino escolhido? Genève, na Suiça. Porquê? Eu que não tinha boa impressão da Suiça, visitei Genève para ir a uma conferência. E assim do nada senti que aquela cidade me chamava. Não dá para explicar.

Enfim, é assim que passarei a ser um "emigra". Mais um, dentro de tantos milhões.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10

Publicidade



17 comentários

Imagem de perfil

De Nuno Barreto a 16.11.2007 às 18:36

Obrigado, e espero que tudo corra bem contigo também :)

Comentar post





Comentários recentes

  • André Pinto

    Vim para portugal e não entreguei o permi será que...

  • Paulo Bastos

    Bom dia nuno eu gostaria que me ajuda ses eu ando ...

  • Nuno Barreto

    Dependendo da posição à qual se candidata, pode te...

  • Cristóvão Barroso

    Olá muito bom dia. Sou psicólogo em portugal, falo...

  • Nuno Barreto

    Em princípio só o facto de ter contrato de trabalh...