Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes





A banca Suiça

por Nuno Barreto, em 18.01.08
Nem tudo na Suiça é melhor que em Portugal. Além do mais óbvio (temperatura, e a meteorologia no geral), há uma coisa que em Portugal é bastante melhor: A banca.

Eu sei, parece um contracenso. Afinal de contas se há coisa pela qual a Suiça é conhecida, além do chocolate e dos relógios, é a banca. Mas há bancos e bancos. Se estivermos a falar da "Banca privada" (que é mais do que não ser pública, são os "bancos para ricos"), é verdade que têm serviços espectaculares que são muito interessantes para pessoas com muito dinheiro que queiram investir, ou fugir aos impostos.

Mas não é disso que estou a falar. Quanto digo que a banca portuguesa é melhor, estou a falar na óptica do utilizador comum. Aquele que tem uma conta para receber o ordenado, e para gastar o ordenado.

O primeiro e principal problema é a falta de multibancos. Para quem está habituado a ter uma caixa multibanco em cada quarteirão, facilmente detectaveis por um símbolo MB a azul, só pode ficar desiludido cá. Existem muito menos multibancos, e cada um tem um aspecto diferente, conforme o banco a que pertencem. Só permitem fazer levantamentos e ver o saldo (nem coisas simples como carregar telemóveis fazem). E ainda por cima, se forem de um banco diferente do nosso, temos de pagar 2CHF pelo levantamento.

O outro problema é a falta de funcionalidades no home banking. Dá para ver o saldo, fazer transferências, e é só. Viva a simplicidade.

A solução que estou a usar é transferir internacionalmente o meu dinheiro todo para a CGD (que não tem balcão cá, só uma representação), que é grátis se feito nos correios, e depois usar o novo Cartão Maestro RE para fazer os levantamentos, pelas quais não pago nem taxas, nem comissões. Estou desejoso que a CGD abra balcões na Suiça...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37


31 comentários

Sem imagem de perfil

De landru@mail.pt a 22.01.2008 às 21:50

estimado: talvez ajude com o SEPA a que a Suiça tb aderiu. É tuo uma questao de informaçao!!
1 ab



http://www.millenniumbcp.pt/site/conteudos/10/180907/article.jhtml?articleID=452223

1) O que é a SEPA?

É a Área Única de Pagamentos em Euros (Single Euro Payments Area), onde os cidadãos, empresas e outros agentes económicos poderão fazer e receber pagamentos em Euros, dentro da Europa, dentro e fora das fronteiras nacionais, nas mesmas condições, direitos e obrigações, independentemente da sua localização.

Trata-se de uma importante iniciativa que nasceu de um conjunto limitado de bancos europeus e das respectivas associações bancárias em 2002, tendo de imediato o apoio da Comissão Europeia e do Eurosistema, ou seja, o conjunto dos Bancos Centrais dos países europeus, incluindo o Banco Central Europeu.

Desde a primeira hora, o Millennium bcp empenhou-se activamente, participando aos mais diversos níveis, sendo um banco piloto dos principais sistemas desenvolvidos pela EBA/STEP2 e SIBS.
2) Qual a zona geográfica da SEPA?

A SEPA definida pelo EPC (European Payments Council) inclui 31 países: os 27 países da União Europeia - 13 da Zona Euro e 14 da Zona não Euro, os 3 três da EEA ( Área Económica Europeia) fora da União Europeia - Islândia, Noruega e Liechtenstein - e a Suíça.

A SEPA é uma iniciativa da indústria bancária europeia que está suportada pela EU (União Europeia) e pelo ECB (European Central Bank), assim, pode encontrar-se mais informação sobre a SEPA nos seguintes websites:

Banco de Portugal:
www.bportugal.pt

Comissão Europeia (CE/EC):
www.ec.europa.eu/internal_market/payments/index_en.htm

Banco Central Europeu (BCE/ECB):
www.ecb.int/paym/pol/sepa/

Conselho Europeu de Pagamentos (EPC): www.europeanpaymentscouncil.eu

Comentar post





Comentários recentes