Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Comentários recentes

  • mario lino

    Boas, eu ja estou na suica a 5 anos e dese de que ...

  • Filipe

    Boa meu patrão fez a demanda do permit faz 2 meses...

  • Anónimo

    com o livrete c qual o processo a fazer para dar b...

  • Miguel Moreira

    Ola eu gostava de imigrar para a Suíça se me puder...

  • joana

    Boa tarde, sou mãe de crianças,com o poder patern...





Publicidade


Suíça quer restringir imigração

por Nuno Barreto, em 08.02.13

Segundo o público, a Suíça ameaça levantar entreaves à entreada de novos imigrantes europeus. Não sei se vai avançar ou não, visto que a decisão depende de muitas outras questões políticas. Mas o que é certo é que é um sinal claro de que o mercado de trabalho suíço está demasiado saturado.

 

Em termos práticos não siginifica que não vão haver mais autorizações de residência para portugueses, mas sim que vai haver um limite por ano de quantas autorizações vão ser dadas. Por isso, se isto for em frente, arranjar um emprego já não será sinónimo de ter direito a uma autorização de residência. O risco torna-se ainda maior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:39

Legalização na Suiça

por Nuno Barreto, em 29.11.07
Os cidadãos da União Europeia não precisam de nada de especial para poderem visitar a Suiça. Nem precisam de passaporte, basta o bilhete de identidade. Mas para trabalhar cá de forma legal, já é preciso passar pelo processo de legalização.

Para quem faz parte de um país da União Europeia, como é o caso de Portugal, o processo de legalização é bastante simples. Primeiro que tudo, é preciso ter um contracto de trabalho. Sem isso, nada feito. Depois, basta apresentarmo-nos no Office Cantonal de la Population (OCP) do cantão onde se trabalha/reside com os seguintes documentos:

- Formulário de pedido de autorização de residência (exemplo de formulário em PDF, neste caso de Genève)
- Cópia do contracto de trabalho
- Duas fotografias
- Uma fotocópia do passaporte
- Para quem é casado, a certidão de casamento e fotocópia de passaporte do cônjuge (neste caso têm de ser preenchidos dois formulários)
- Para quem tem filhos, é necessário apresentar a cédula pessoal dos mesmos

Todos estes documentos podem ser enviados pelo correio, mas recomendo ir em pessoa. Se tiverem "a sorte" de viver num cantão e trabalharem noutro, como é o meu caso, têm de apresentar a papelada em ambos os cantões, que é sempre divertido. Em sítios fora das grandes cidades, o processo é muito rápido, mas nas grandes cidades já é mais demorado. Por exemplo, na OCP de Aubonne (cantão de Vaud) levei 5 minutos. Em Genève levei mais de 2 horas à espera.

Se a duração do contracto for inferior a um ano, é entregue um Livret L com a mesma duração que o contracto de trabalho. Se for superior, é entregue um Livret B, com duração de 5 anos. Após esses 5 anos, é entregue o Livret C, com duração ilimitada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:07

Publicidade





Comentários recentes

  • mario lino

    Boas, eu ja estou na suica a 5 anos e dese de que ...

  • Filipe

    Boa meu patrão fez a demanda do permit faz 2 meses...

  • Anónimo

    com o livrete c qual o processo a fazer para dar b...

  • Miguel Moreira

    Ola eu gostava de imigrar para a Suíça se me puder...

  • joana

    Boa tarde, sou mãe de crianças,com o poder patern...