Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa noite, eu tenho a carta de condução feita e em...

  • Anónimo

    e se tiver uma proposta com trabalho certo???

  • Anónimo

    Eu neste momento apanhei o permi pelo meu pai mas ...

  • Anónimo

    Para um padeiro emigrante, eles pagam sempre pelo ...

  • Mane

    Sou cuidadora idosos ha varios anos em Portugal e ...



subscrever feeds



Publicidade


A Suíça não é um mar de rosas

por Nuno Barreto, em 17.12.10

Ultimamente tenho recebido imensos emails de pessoas que querem vir para a Suíça. Pensam na Suíça como a salvação de tudo e mais alguma coisa. Sinto que está na altura de chamar as pessoas à realidade.

 

Aqui na Suíça também há crise. Também há desemprego. Também há pessoas a passar dificuldades e fome. E a maioria dessas pessoas são estrangeiros com poucas habilitações académicas, ou com habilitações em áreas onde há pouca procura por parte do mercado de trabalho. E o que quer isso dizer? Quer dizer o mesmo que em Portugal.

 

Quem não tem habilitações académicas, ou tem cá algum conhecido que o ajude a arranjar trabalho, ou então as hipóteses são ínfimas. O mesmo se aplica a quem tem cursos de eletricista, canalizador, e outros trabalhos técnicos do género, porque aqui na Suíça esses cursos não são reconhecidos, e cá há muita gente com cursos profissionais reconhecidos.

 

Outro facto importante é que as empresas só contractam estrangeiros se não encontrarem suíços ou franceses/alemães das zonas fronteiriças. Se estivermos a falar de estrangeiros de fora da União Europeia, ainda pior, porque uma empresa tem de provar que tentou durante 3 meses encontrar suíços ou habitantes da união europeia para ocupar o lugar. E mesmo que o faça, ainda assim não é fácil.

 

Além disso, como é natural que se perceba, dão preferência a pessoas que já cá estão há mais tempo, porque nunca se sabe se um novo emigrante aguenta muito tempo cá. Há uma forte percentagem que não aguenta nem 3 meses.

 

Por fim, conhecer a língua é imperscindível.

 

Portanto, se um português sem qualificações se candidatar a um emprego cá, basta aparecer um suíço a se candidatar, ou alguém que esteja já há algum tempo no País, que o CV vai logo par ao lixo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Publicidade





Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa noite, eu tenho a carta de condução feita e em...

  • Anónimo

    e se tiver uma proposta com trabalho certo???

  • Anónimo

    Eu neste momento apanhei o permi pelo meu pai mas ...

  • Anónimo

    Para um padeiro emigrante, eles pagam sempre pelo ...

  • Mane

    Sou cuidadora idosos ha varios anos em Portugal e ...



subscrever feeds