Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Comentários recentes

  • Gilmar

    Ola alguem pode me ajudar, estou querendo viver na...

  • Carlos Marques

    Bom dia, alguem me saberia dizer qual o salario mi...

  • Ninoska

    Obrigado pela sua resposta...

  • Nuno Barreto

    Bom dia,Pode meter os nomes que quiser na ordem qu...

  • Ninoska

    Em relação ao seu comentàrio, eu também anunciei q...





Publicidade


Contra informação

por Nuno Barreto, em 16.06.09

Aparentemente o povo português é muito dado a contra informação. Gostam muito de inventar, para se fazerm passar por especialistas na matéria. Ou então enganam propositadamente para ganharem vantagem em relação aos outros. Digo isto porque é algo que tenho visto demasiadas vezes desde que vim para cá.

 

Tenham cuidado com a informação que recebem. A maioria não passam de boatos, de mitos urbanos. Por isso mesmo, a informação que encontram neste blog é informação fidedigna, provada, experimentada. Não há aqui lugar para o diz que disse.

 

Já nos comentários, decidi não os filtrar, por isso tenham cuidado com o que lá aparece.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:42

Publicidade



31 comentários

Sem imagem de perfil

De Filipe a 16.06.2009 às 15:49

é o típico do portuga eheheh !!
Sem imagem de perfil

De João Raminhos a 19.06.2009 às 10:29

Salut !

Um dos exemplos dessa contra informação, é relativo à troca de carta de condução da portuguesa pela Suiça.

Conheço muita gente que jura a pés juntos, que se depois quando se for a Portugal, os únicos veículos que se podem conduzir são de aluguer ou de familiares directos, senão dá multa.

Ora eu enviei um email à IMTT a confirmar a historia, e a resposta que obtive foi de que até 185 dias seguidos em Portugal, posso conduzir sem qualquer tipo de problemas, sendo apenas obrigado a solicitar a devolução da carta Portuguesa caso passe esse período !

Abraços
Raminhos
Sem imagem de perfil

De Diogo Valado a 07.07.2009 às 09:43

Olá Nuno! Parabéns antes de mais, por este tão estimado blog que me pareceu estar com informações claras e concisas da sua situação em genebra ! =D

Depois de ler cada um dos seus posts, tanto por curiosidade como para extrair informação, gostaria se não se importasse de responder a umas dúvidas que me surgiram ao longo do blog (e sim li inclusive aqueles posts que todas as pessoas perguntam eheeh):

Como já deve ter visto esta situação a acontecer "n" vezes, a minha namorada encontra-se neste momento em Laussane onde está tomar conta de um bébé de 9 meses de um casal português.

Aproveitando que tinha terminado o seu Licenciamento em Educação de infância e não lhe ofereciam melhor em portugal, ela decidiu ir para a suiça, onde neste momento se encontra a ganhar......850€ (eu sei que em portugal, esse valor até não é mau de todo mas depois de ter pesquisado a vida na suiça, claramente se chega á conclusão que não é nada =X).

Ora como genebra despertou algum no Nuno em ir aventurar-se em terras desconhecidas (mas que não deixam de ser acolhedoras =D), a minha namorada, aconteceu-lhe o mesmo que em Laussane e como só iria ficar até 17 de julho, aproveitei e pedi-lhe para fazer pesquisas acerca do que era necessário para se tornar emigrante.

Após umas pesquisas, acabamos por descobrir uma comunidade Portuguesa do benfica onde ela conheceu o presidente daquilo e ao trocaram palavras numa conversa mais privada, ele lhe relatou que teria a partir de outubro a casa, que tinha conseguido comprar á pouco tempo, com um quarto disponivel para nós os dois.

E que em relação a trabalho, enquanto para ela que tem um canudo seria mais fácil arranjar trabalho, para mim seria provavelmente muito mais complicado, pois em tenho um Curso técnico profissional de nivél III (equivalente ao 12º ano) de Técnico de construção civil mais propriamente na área de Medições e Orçamentos. Aquilo que ele lhe relatou é que a partir de novembro os hoteis nas estâncias de neve "abrem" as portas ás candidanturas.

Agora, após este longo texto (peço imensa desculpa mas achei melhor ser sincero e contar a minha situação do que simplesmente perguntar e poder receber uma resposta que não fosse de encontro aquilo que procuro saber ;-D) as minhas dúvidas principais são as seguintes:

É verdade que é mais complicado devido ao meu nivel de estudo arranjar emprego até mesmo na minha área? Eu já pesquisei naquele site que o Nuno coloca sempre nos seus posts de emprego e aquilo que deu para concluir era "canudo's the best, and its all we need!". Será que é só isso que importa?

Acha que fariamos bem em aceitar assim uma proposta tão....generosa, deste tal senhor da comunidade? Não seria arriscado demais? Eu sei que só com contactos e conhecimentos é que uma pessoa aqui se governa mas não gosto de pensar que estou sempre nas mãos de uma pessoa se é que o Nuno me entende.

Em termos de trabalho num hotel, acha que por sermos novos (eu vou fazer 22 e ela 24), pode ser uma barreira na seleção de trabalhos? E o Nuno ouviu falar ou conhece alguém que trabalhe na área da Hotelaria ou Restauração? Se sim, o que têm a dizer sobre essa profissão ai na suiça? É que já comentei isto com a minha familia e o Nuno sabe como é lol, "não vos estou a ver a trabalharem num hotel!" ehehe.

E pronto...!!! Não o chateio mais, que o Nuno já tem de ler muito mesmo lol! Obrigado desde já pela sua atenção e simpatia que demonstra em cada um dos seus posts e ajudas =D!

Abraços!
Imagem de perfil

De Nuno Barreto a 08.07.2009 às 17:16

Em relação a outras formas de arranjar trabalho que não as tradicionais (contactar empresas, mandar CVs, etc), e principalmente no que diz respeito a trabalho não qualificado, não sei aconselhar, visto que nunca passei por isso.

Quanto à formação, sim, é muito importante ter se se quiser um emprego minimamente qualificado (electricista, canalizador, etc) e que não seja em sítios duvidosos com gente aldrabona. Isso porque o pessoal de cá é todo qualificado, o que torna difícil arranjar trabalho para quem não é.
Sem imagem de perfil

De Diogo Valado a 08.07.2009 às 17:29

Obrigado na mesma Nuno! Já deu para perceber que ai realmente se dá a importância ao canudo, o que acaba por ser um pouco chato, visto que eu nunca quis saber de canudos para nada. Achava sempre que cá n valeriam a pena. Agora sinto-me um pouco arrependido.

Mas pronto! Quem não arrisca não pestica. Vou á mesma e fazer o máximo possivel para que ao menos a minha namorada arranje na sua área e pode ser que mais tarde eu tire lá mesmo uma licenciatura =D!

Abraços!
Sem imagem de perfil

De Filomena Gomes a 03.01.2010 às 20:45

O que eu tenho constatado e que alguns emigrantes me têem dito é que são os próprios emigrantes portugueses que impedem os outros de arranjar emprego e tratam os recém-chegados abaixo de cão,muitas das vezes falando mal deles nas suas costas aos patrões.Isto tudo com medo que lhes tirem o lugar!É triste,decadente e muita mas muita ignorância da parte dos portugueses emigrantes há mais tempo!É pena que qd regressam a Portugal seja para fèrias ou qualquer outro motivo não lhes façam o mesmo para o sentirem na pele.Já vi que não vale a pena pedir ajuda porque o os emigrantes não querem aí ou noutro país mais ninguém!!
Sem imagem de perfil

De Anabela Ferreira da Silva a 02.02.2010 às 20:35

Olá Nuno Barreto, comungo da mesma opinião da Filomena Gomes. O Verão passado (2009) vivi uma experiência quase sub-real em Sion de (Valais) com os emigrantes portugueses.Respondi a um anúncio no Centro de Emprego de T.Vedras.Esse anúncio estáva ligado a uma empresa de trabalho temporário na Suiça e ao patronato suiço garantindo trabalho para três meses. Erámos umas dezenas de trabalhadores na mesma situção sem trabalho, sem dinheiro, abandonados à nossa sorte, mas tinhamos todos uma coisa em comum:todos contactados pela empresa suiça com trabalho garantido e estar o mais depressa possível no local de trabalho (Sion).Já tinha sido emigrante nos anos oitenta, mas nunca vivi uma situação como esta, de impotência perante a lei, perante os portugueses que vivem em Sion e qual não é a minha admiração todos os anos eram recrutados pessoas na mesma situação que nada se fez e nada se faz.Felizmente falo françês fluentemente, mas pensei estar a viver um pesadelo tal aqueles que vê-mos na televisão sobre a emigração.Regressei a Portugal com uma mágoa de uma Suiça que já foi, ou uma evolução dos tempos...será???Que este testemunho ajude os mais incautos, porque não consegui mudar nada.Obrigada pelo blog.
Sem imagem de perfil

De nunes a 09.04.2010 às 23:14

Resposta a FILOMENA e ANABELA....
- Isto... nâo é uma resposta que vos dou...mas uma confirmaçâo ao que as duas aqui dizem... Pois é a verdade, e eu agora ajunto mais...
_ Para jà, nâo estou nada contra aqueles que nasceram em aldeias, mas notai bem isto o que vos digo,,,e a todos que leiam minhas declaraçôes.
Estou certo que me dais razâo...todos irâo me dar razâo.
Reparem esta:
Cheguei a Geneve, em 2005. Saì de França enganado por portugueses que por là andavam ( jà meios perdidos ) sem casa nem trabalho e nem nada...enfim...isto foi em Toulouse=sul de França. !!
Pois eram portugueses, que estavam por là, jà fugidos de Suissa, e nem a portugal podiam ir...mas emfim ...
Aqui vai a historia que eu passei aqui em Geneve, em 2005, com portugueses que estavam aqui hà 15-20-30 anos, é de admirar. !!
Chego aqui com muito dinheiro comigo, carro, bem preparado e bem équipado e em tudo e para o que fosse e aparecesse.
Vi para cà com 2 destinos. Um, para variedades musicais, nos fins de semana. Durante a semana, teria que trabalhar, em algum lado, pois optei por uma profissâo de maquenista, em empresas por aì, pois jà vinha de raìz familial, em maquinarias e mecanica.
Entâo caio numa empresa pequena. Fui julgado por todos os outros portugas, pois depressa a raiva deles se apoderou de mim. Soube eu mesmo, que houve portugas que foram à brucha **, ai...ai...ai... para me azarar. Tudo isto, porque eu tinha todas as cartas de maquinaria, as portuguesas e as Françêsas, pois com 32 anos de França, nâo era de admirar. A seguir, pois eu ganhava muito superior a eles, eles com as cartas de trolhas e tapa boracos...nâo podiam ganhar muito...
Todos eles, tem bastantes anos aqui na Suissa, mas nunca sairam de TAPA BURACOS OU TROLHAS, e nenhuns estudos, nem escrever o portuga correctamente o sabiam, e o françês falado, pouco ou quase nada...enfim; escola das cabras e vacas, e ( ?? ).
Pois o òdio foi tanto e a inveja, que o que eles queriam era que eu fosse virado, para eles serem reis, dos meus ovos (!!).
Conclusâo em 2010-Março...
O patrâo viu a coisa, e liçenciou todos. Quanto ao resto, fica em segredo, mas todos devem de estar desconfiados...nâo é verdade ??
Nenhum deles tinha estudos em portugal, muitos deles nem a 4.a classe, e nâo vos digo de que zona eles eram, mas muito londe de cidade, de vila ou de aldeia...mas sim duma aldeia com uma casa todos os 300 ou 400 metros...uma aldeiola a 4 casas !!!
HO...!!! mas se armavam muito inteligentes e cuidado com o resto, sòmente o problema,,,quem mandava em casa deles...eram as mulheres...e sâo as mulheres...e nâo vos digo o resto !!!
**como diz o outro...come esta ** maça**, e é o que hà, senâo; come mer.. !!!
Ainda bem que eles tem boas mulheres e finas, senâo a vida ( ?? )...àgua abaixo.
- Nâo critico ninguem das aldeias, nâo pensem nisso, para jà eu sou proprietàrio em aldeias, vila e na cidade.
**O que eu critico, é a inveja que os portugas teem de uns para os outros **......
**Critico as aldraviçes de muitos eles de uns para os outros, mas como é de uso portuga...
OLHEM ESTA:
Estudei para ser padre, e os padres o que dizem:
!!!!!!!!!! ******* O português, tem fracos pensamentos...fracas palavras e acaba em fracas obras !!!!!!!!!!*******
- Bom...deixem de mentiras...ajudai o pròximo se poderem, mas sem ((( ... )))
- Tenho viajado, e viajei por 14 paìses...e sò vejo isto aqui na Suissa, os portugueses sâo como os câes de uns para os outros...
Ainda bem, que me vou embora, fiz aqui 5 anos em suissa, vou para o meu paìs...França-sul..calor e bem estar...nâo hà invejas em França assim como aqui...e a Suissa, nâo vale nada. Arrecebi o permis C, nâo o pode refusar, senâo refusava mesmo.
Desejo boa co
Bom...nessa empresa, haviam alguns bons, uns 4 sobre 27, os outros 23...= mer.. !!!
Ora, como eu tenho vàrias profissôes, e eles sabiam disso muito bem, sigo a minha vida de luxo, sem trabalhar como maquenista, mas eu agora escolharei a empresa para onde irei, mas aquela ou outra com uma raça igual...fugir deles.
E portanto, eles sabem e souberam aquilo que perderam comigo...
Desculpo esta gente, porque em portugal nâo tem nada.... Felicidades a todas...e a todos.
Acabo o ano aqui, e fugir desta Suissa...fim do ano !!!
Sem imagem de perfil

De Cristina a 07.11.2011 às 17:59

O que mais lamento deste comentário a referência que se faz às pessoas das aldeias deste país como sendo menos que as pessoas que nascem nas cidades. Caso não saiba Lisboa por exemplo é a "maior aldeia de Portugal", não há praticamente ninguém que não tenha um familiar directo que vive na aldeia ou que tenha nascido nela. Este sei comentário só prova o quanto é ignorante em relação ao seu país...não tome por burros, ignorantes, etc. todas as pessoas que nascem em aldeia. Certamente que algum familiar seu nascei lá e não será por isso que é menos que o senhor!
Sem imagem de perfil

De Para CRISTINA vendedora de sais.; a 07.11.2011 às 18:31

È importante Cristina, ao ver que tu escrevestes duas declaraçôes, em 3 minutos ;;; é sinal de que os nervos te penetraram ;;; mas nâo te aflijas com as coisa; ou as coisas da vida ;;; é o normal de agora.

;;; Sou eu; e jà mo disseram, de que eu era um grande acalmador de nervos; que sei atenuà-los; agora sò as pessoas é que sabem dizer porque é que eu sou bom para isso !

;;; Serei eu muito meigo com elas ?.! ?.!

;;; Elas é que sabem esplicar; eu ainda sei pouco disso * mas quero saber ao mais ràpido que possivel !

;;; OUTRA COISA ;;;
As pessoas de Lisboa, nâo sâo oriundas de Lisboa; mas sim das aldeias ! .... !

Como eu sou de Coimbra - cidade; sei perfeitamente disto; as estudantas em Coimbra; sò 2 sobre 100 é que sâo de Coimbra; o resto = 98 veem de fora, de vilas e de aldeias, de perto ou de longe.

Andei a fazer estudos no NUERTENCULO, e sò eu é que era de Coimbra = ver como é a coisa em Porcocungalo, como diz o outro..............................

Nem quero perder tempo.......................................
mas gostava de a conhecer sò para falar-mos de realidades* puras *..............................................

Boas. !
Sem imagem de perfil

De Cristina Simões a 07.11.2011 às 18:02

O que mais lamento deste comentário a referência que se faz às pessoas das aldeias deste país como sendo menos que as pessoas que nascem nas cidades. Caso não saiba Lisboa por exemplo é a "maior aldeia de Portugal", não há praticamente ninguém que não tenha um familiar directo que vive na aldeia ou que tenha nascido nela. Este sei comentário só prova o quanto é ignorante em relação ao seu país...não tome por burros, ignorantes, etc. todas as pessoas que nascem em aldeia. Certamente que algum familiar seu nascei lá e não será por isso que é menos que o senhor!
Sem imagem de perfil

De Ignorante ao seu paìs ??? = !!! a 08.11.2011 às 19:58

Ignoro sim, o paìs e outros paìses, mas como nascido em PORCOS-TROYKADO* fico mesmo envergonhado de ver os que se dizem saber e conhecer tudo e mais alguma coisa.

Saibam que Porcostroyka, é um paìs de ladrôes, aldrabôes, màfia pior que em Itàlia.

--- 635 milhôes de Euros que a TROYKA deu a Porcostroyka, e segundo se dizia que era para ajudar o pàis !!

Venho a saber de que o estado * dà dinheiro a quem criar empregos,,,... mas olhai a esta coisa agora (!).

Tive um problema, em 2005-Novembro, com a MAFIA porcotusga; pois estava para me meter por minha conta, com uma empresa que eu queria tomar em meu nome, e seria importante essa empresa; sò que ??

Tinha jà todos os necessàrios de registo em mâo; quando me apareçe a fiscalizaçâo; pois me controlaram tudo quanto eu tinha***, jà tinha comprado tudo e sem créditos nenhuns*** e que fui logo avisado*** que iriam saber onde o material que eu possedia, iria trabalhar; aqui e ali (( !!!!! ))

Quereis saber duma coisa :

Em Portugal, umas pessoas se espiam umas às outras; se acusam umas às outras; se bufam umas às outras,,, resumindo bem... As pessoas nâo vivem nem deixam de viver as outras...

... È como no tempo de SALAZAR se bufarem uns aos outros...se acusarem uns aos outros... como se ganhassem alguma coisa com isso !!!

... CHAMA- SE a isso em FRANçÊS :

... OS MANGE MERDE ... em Porcostroykagado; quer dizer = COME MERDA dos outros e nâo ganha nada com o que vê e escuta e faz = os atrasados da vida e analfabétos e ilitrados; e para se fazerem importantes (( se julgam eles )), acusam mesmo quem lhes dà um prato de sopa a comer,,, e se poderem foder o pai e a mâe, os acusando,,, tambem o fazem..... CONHEçO MUITOS CASOS DESTES e PIOR MESMO QUE ISTO, que aqui venho de escrever !!!

... PORCUTROYKAGADO... precisa duma limpeza ÈTNICA... e à maneira... pior que um aspirador que aspira sem piedade nem dò... A FUNDO AS COISAS.....

O povo Porcostrokagado de Porcutroykagal, mesmo muitos deles que estâo no estrangeiro; nâo valem uma bostada * de câo ou cadela * ...

As origens do sangue ...Porcostroykado... vem do Àrabe... as origens dos Portugueses em sangue vem dos Àrabes... ******* Visteis jà alguem de Àrabes que se entenda entre eles ??????

*** EM TERMOS INTELIGENTES ***

Quando os Espanhòis governavam os Porcostroykas... os Porcostroykas eram tambem governados pelos Estados Reis Àrabes de Marrocos,,, e como Porcostroykagal estava no meio... este Porcostroykagal era ** enterrado ** pelos dois paìses que o rodeiavam... faz -se de que o Portugal, a cada passo, era òliado e azeitado pela Espanha e pelo Marrocos.......................................

... Nâo passais de serem nem mais nem menos que òliados ou azeiteiros...

......--------........--------........---------,,,,,,,,,,-.........
Vou ver a minha avò, a ver se ela agora està òliada ou jà està pelada do rabo...

GROUP/ anus / tàtògo de Lausanne........................

Sem imagem de perfil

De nunes a 09.04.2010 às 23:19

Corrijo ou nâo sei que fazer...
AQUI EM CIMA, NÂO SEI O QUE SE PASSOU...MAS TIVE UM PROBLEMA TECNICO NO MEU COMPOTAS = PC...mas espéro que me venham a compreender.

de ...Nunes
Nâo sou daqueles que bebe, a nâo ser café...bom !!!
Sou bem conhecido...portanto.
Sem imagem de perfil

De Ivo a 16.04.2010 às 18:17

Vergonha do que tenho visto dos portugueses a viver no estrangeiro - atitude, altruismo e renuncia da nacionalidade portuguesa!
Muitas historias posso contar, do Reino Unido, Franca, Holanda, ate a Russia passando pela China ( Territorial, Macau e Hong Kong)...
A atitude e simplesmente ridicula - OS PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO PORTAM-SE COMO ESTRAGEIROS E EM PORTUGAL E PORTAM-SE COMO IDIOTAS... COMO NOS OUTROS PAISES!
Sem imagem de perfil

De wavebOy a 25.04.2011 às 15:09

eh pah, os TUGAS ao tempo qe perderam a dignidade, interessam-se apenas com eles aumentando o tão famosa frase 'fazer bicos' para se tornarem os maiores pq mais nada sabem fazer, até por cá há mtas chatisses havendo povinho qe infelizmente nem lingua deviam ter para criticar e falar o qe não sabem... enfim depois quando passam pelo mesmo vem o qe custa e os qe nao passam deveriam passar... ñ sou patriota e é a unica situação qe admiro no cigano por cá, o apoio qe dão a sua raça, criando na maioria dos casos uma so pessoa, APLAUSOS. Pena com isto generalizarem a nivel externo o portugues, pq sei qe existe mto boas pessoas por cá qe merecem tudo...
Sem imagem de perfil

De Português Troykado = Coitadinho... a 08.11.2011 às 02:35

Coitadinho* na minha terra quer dizer CORNO* e é bem verdade.
A porçentagem é bem grande e forte no meio dos porcusgàses.
Posso dizer que é mesmo quase tudo --- quase tudo, mas no meio disso, tambem hà muitos azeiteiros; sem esquecer gaiteiros ou chupadores do morçêgo* para se conseguir dinheiros* .

Faço aqui uma grande referênçia, aos que estâo na Suissa hà muito tempo; de que nâo devem de ajudar ninguem daqueles que chegam cà, porque se o fizerem, vos deixam de rastos e mal vistos.

Hà uns bons mêses para cà, hà uma multidâo de ciganos que estâo a chegar à Suissa, estes ciganos ou raposas de gente, vindos de procusdegalos*, veem sò para enganar quem cà està, e se aproveitar do pouco que temos ganhado; uma autêntica merda de gente; é o resto = dos restos.
Quando cà chegam, parecem que vieram descobrir a Suissa, e se julgam muito inteligentes e sabedores; pois nâo sabem fazer nada - Mas mesmo nada; a nâo ser MENTIR - APANHAR - CIGANAR - CHUPAR - ROUBAR - e nem digo mais; porque a lista é longa...........................................
Sâo uns autênticos * manuais * e nada de inteligentes; mas sim uns burros a andarem de rastos; vivem por ver os outros em cima desta terra, a viverem; como uma folha de papel voando aqui e ali = mais nada = andam às aranhas.............

Entâo; hà que voar e continuar a voar, banda de inteligentes na cabeça do * pichoto * ou cabecinha de baixo* .

bay.
Sem imagem de perfil

De jojo da chuissa a 21.09.2010 às 11:06

Oi ya ainda no sábado uma amiga a mandar postas de pescada a dizer que troucou EUROS a 1.22 chf quando o euro nunca baixou a menos de 1.29.
Sem imagem de perfil

De nunes a 21.09.2010 às 19:37

Esta troca de francos suicos para euros, a 1,22 frs.ch, é bem verdade, e pura verdade...
-A pessoa que o fez, sabe bem que existe, mas contradizer uma verdade, onde por eu là passei, e passo uma vez por semana, nunca escrever o ** sem estar certo de tudo **.
Vou a vàrios bancos, o taux de change pode ser variavel,,,mas voçê desconhece aquela troca ( !! ) de * boa quantidade de dinheiro Suico * a taux plus avantageux, dans les banques MIGROS ..!!!..!!!..!!!
_ Entâo, và à banca Migros, e leve consigo 10.000 frs suicos...e fale com eles, que jà aprende alguma coisa na vida = nâo tome a mal...mas aibra os olhinhos.
Simples como tudo, voçê vai là com 10.000francos, negocei-e voçê o taux de change = veja o resultado...
A seguir, envie là outra pessoa, com 9.000 frs, para trocar em euros ! ! Diga a essa pessoa de negociar o taux de change, e essa pessoa se falar bem o * francioux **, a banca lhe vai dar mais...que lhe deu a si..

Nâo digo mais, mas eu sou cliente deles, e hà mais 2 bancos a fazer a mesma coisa, mas eu me reservo...


Por vezes é melhor estar calado...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.04.2011 às 14:51

suicos (lê-se súikos)? o teu teclado não tem c de cedilha ?
Grande catrefada de erros gramaticais e ortográficos mas os que mais gostei foram o "aibra" e o "negocei-e"

Vai mais é aprender a escrever Português em vez aporcalhar os outros ! Tens um verificador ortográfico ali em baixo, usa-o.

PS: a banca é o que tens na cozinha, não serve para trocar dinheiro mas para preparar a comida.
Sem imagem de perfil

De Ao Grande Professor de Linguados a 22.04.2011 às 21:05

Resposta ao *anònimo professor de linguados*, especialista em lìnguas gramaticais e ortogràficas .

Meu verificador ? na altura em que eu estava escrevendo, o meu verificador estava entre as pernas ! se o queres, vem vê-lo, està este te esperando !

Pois a tua banca, està vazia... nem na tua cozinha; nem na tua * cuzinha *e nem tâo pouco no teu bancocus * = nâo tens nada na vida.

Quanto a meu lado, jà trabalhei para viver descansado estou sem trabalhar= tu vai tapar buracos ou barrer as ruas; porque para vires aqui * postar * às 14 horas 51, deves de estar sem trabalho nenhum .

- Mais uma verdade que sai em alta voz - para ti.

- Nâo sou daqueles que faz promessas e diz palavriados ao pùblico, lendo o conteùdo duma folha... mas digo, escrevo e faço aquilo que é, em realidade.

Bem haja gente que se nâo esconde, porque hà pouco disso; porque quem se esconde, para mim é gente de * tràs os montes ou nuertenho *.
---------====================_________
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

* Qu,est ce que j,en ait à foutre de ta grammaire et de tout le reste, de ta langue en portugais; vû que je ne suis pas portugais du tout ?.?.?.?.?.?.

Vas-y là-bàs ,voir si j,y suis = ( .!. )
Sem imagem de perfil

De emprestimo a 24.01.2011 às 15:34

Adorei o blog, conteúdo muito bem escrito, layout bacana com cores amigáveis. Vou aproveitar e adicionar o blog nos meu favoritos. bjs! Maria Cecilia
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2011 às 17:40

Boa tarde.

Gostava de saber se vale a pena ir trabalhar em hóteis para martigny. Tenho lá conhecidos, e só me disseram que o trabalho lé para mulheres não era fácil de arranjar. Mas só se fosse mesmo em hóteis. Valerá a pena? Lá tenho onde ficar. Contratam por quanto tempo? Em que meses do ano? Eu aqui em Portugal, estou desempregada, mas continuo à procura, não desito. Como aqui em Portugal, não tenho despesas de casa, água, luz, etc. Acho que vale sempre a pena tentar cá, em Portugal. Mas como está aí queria saber se ainda assim vale a pena, trabalhar na Suiça, neste caso em Martigny, que é para onde irei se me arranjarem trabalho.

Por favor agradecia que me ajudasse.
Muito obrigada!
Sem imagem de perfil

De SE TIVER SAIA = TEM TUDO... a 08.02.2011 às 19:22

**SE TIVER SAIA = TEM TUDO !!!!!!!!!!!!!!!!!! **

Trabalhar em Martigny em hotéis ou outras coisas, como limpezas * quem tem saia = tem tudo (( YES )).
- Nâo hà dûvida, e para mais nos lados de Martigny e aquela zona...trabalhar para esses lados, = é melhor dizer = terei que me encontrar a uma BENGÀLA de encosto, = mais uma a se perder = e abandonada como outras ...
Como se faz que muito pessoal foge de là, para vir para Geneve ???

Vou là..vou.................................mas antes de morrer é que irei tentar essa aventura muito escura **...

È verdade que os portugas estâo a desestir de gostar do * 8 * e estâo a gostar mais agora do * 0 *, talvez seja para évitar a SIDA ..................................

Boa viagem e bom emprego, se sentir que é bom ir para Martigny...

Comentar post


Pág. 1/2





Comentários recentes

  • Gilmar

    Ola alguem pode me ajudar, estou querendo viver na...

  • Carlos Marques

    Bom dia, alguem me saberia dizer qual o salario mi...

  • Ninoska

    Obrigado pela sua resposta...

  • Nuno Barreto

    Bom dia,Pode meter os nomes que quiser na ordem qu...

  • Ninoska

    Em relação ao seu comentàrio, eu também anunciei q...